Observatório _ereções e sucções

agosto 24, 2010 § Deixe um comentário

Camelo flerta cameraman, Estônia, 1947. Abaixo, um adendo.

Reforma

Estava a observar as paredes deste recôncavo de além-solo, e cá pensei  com meus glutões: “não seria melhor uma reforma que o deixasse mais amplo e limpo, a fim de sofisticar o bichinho?” Mas é problema estrutural, explicaram-me: a maioria das imagens foram confeccionadas sob medida, e daria trabalho demais redimensionar tudo. Deixemos como está… para o tédio das moças.

E dá-lhe…

Sorriso: candidato é o sonho realizado de todo dentista.
Currículo: eleitorado é o setor de RH do TRE.

Ereções

Parece que tão a escolher do novo Síndico do Brasil… bem como subsíndicos, zeladores e vigias – das capitanias ou de Brasília. Entrevista de emprego televisionada, que pode ser vista por quase todos os moradores que pagaram a conta em dia. Nas entrevistas usam recurso parecido com o dos decotes e minisaias, e apelam para o emocional. Ao fim do processo, cada morador escolhe aquele que considera mais apto ao cargo – ou, mais simpático. A diferença vem no teste do sofá:  nesse caso, fica com a vaga quem melhor come você.

Chanel

Só um segundo, estamos cá no laboratório a desenvolver um novo cosmético aos pedintes de voto, o Chorume Número 5.

Justuscracia

Em razão do pungente avanço do populismo à boa moda dos concursos de miss, calha moralizar com um sistema eleitoral aplicado aos novos tempos. Em um reality show comandado por Roberto Justus, candidatos são submetidos a um ciclo de provas e perguntas – são então demitidos, gradualmente, até restar somente o mais capaz. Assim é mais seguro, ou ómeno mais entertainment.

Autocensura

Ia falar aqui de certo candidato a deputado, entusiasta de vale-tudo, extorsão e violência doméstica, mas censurei-me só pra não dar o cabimento. Ei, eu não disse que era você.

Publicidade Espontânea

Um minuto de vossa atenção para o reclame.

Valei-me, cadburry.

Rabo Preso

E não há termo melhor que “rabo preso” para quem anda com adesivo político colado na traseira do carro. Ou há?

Rabo Preso II

Talvez medida patrocinosa pro Celta ou Volvo, pago com os bônus do cargo público (“cargo” e “bônus”, porque “emprego” e “salário” implicam trabalho), e homenagem à aliança lambe-botas com Fulano ou Cicrano, sem mencionar Beltrano, que teve seu bom nome envolvido aqui gratuitamente.

MSN

juliano diz:
bora em nova york próximo ano
márcio diz:
bora, de que horas?
juliano diz:
de manhã, pra dar tempo de passear
márcio diz:
beleza
juliano diz:
mas é pra sair cedinho, viu?

Aposentadoria

É chegado o momento da aposentadoria. Não agora, mas logo mais, quando os ossos já não aguentarem. É bem verdade que na luta-livre temos todos um prazo de validade. Informei-me da Previdência Privada, este plano criado pelo banco para recompensar na velhice as suas horas de juventude desperdiçadas em filas. O objetivo é ter, no futuro, o suficiente para arcar com os enfermeiros. Fiz os cálculos: para sair no lucro tenho que viver tempo o bastante para reaver meus recursos, o que dá uns 140 anos. Meta traçada, agora devo largar o cigarro. E abandonar os ringues.

Cigarro

Sigo bem com meu plano de diminuir o cigarro. Somente hoje, já reduzi ao menos 20 cigarros praticamente às cinzas.

† Chute no cachorro morto

Abraço fraterno,
Márcio N.

Fotos do artigo por flickr.com/buchoterra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Observatório _ereções e sucções no Querido Bunker,.

Meta

%d blogueiros gostam disto: