sobre sono (e derivações)

setembro 13, 2009 § Deixe um comentário

01. Dormir é uma das experiências mais estranhas que alguém pode ter. É como se, provisoriamente, você morresse – essa, outra experiência bastante estranha, razoavelmente definitiva e perfeitamente adiável. Isso não diz muita coisa, mas ao menos ajuda a entender porque o hálito de uma pessoa que acabou de acordar tem cheiro de bicho morto.

02. Você passa 1/3 da vida dormindo quando 3/4 da Terra são cobertos por água. É porque ao dormir as pessoas mergulham nas profundezas de um abismo no fundo do mar. Se duvida, observe bem a evidência deixada no seu travesseiro depois de um sono daqueles. Você pode achar que babou, mas foi só o seu sono que não se enxugou direito.

03. Salvos sonhos particularmente estranhos, muitos sonhos são bem batidos: nudez pública, flutuar no ar, perder um dente, faltar a um exame, perseguições, queda livre etc. De vez em quando alguém tenta interpretar esses sonhos. O único sentido que eu consigo ver nesses plots que vivem se repetindo é que em algum lugar do subconsciente se esconde um roteirista sofrendo de bloqueio.

04. Naquele instante em que, adormecendo, você tem uma sensação de desequilíbrio e salta da cama com um reflexo ágil, não se assuste, criança: era só o seu corpo caindo de sono.

05. Li em algum lugar que uma noite em claro tem os mesmos efeitos no cérebro que uma dose de uísque. Ao me permitir o trabalho noites adentro, sem dormir por dois ou três dias, seria de se considerar a possibilidade de trabalhar bebericando uísque ou cerveja. Algo a se reivindicar, um dia…

06. Nada é mais inconveniente que um despertador. É como um general gritando ao seu ouvido todo dia de manhã cedo. Talvez, mais inconveniente que um despertador, só se você for mulher e se casar com um militar. Aí, vale a pena comprar um despertador dos bons, só para acordar primeiro que o capitão.

07. Quando passo muito tempo sem dormir tenho dor de cabeça, que é o mesmo efeito quando passo muito tempo sem me alimentar. Já aconteceu de comer para passar o sono e dormir para matar a fome, o que, obviamente, de nada adiantou. Isso pode ser muito perigoso, principalmente se o sujeito adormecer público comendo moela com farofa – desgraça essa que graças a deus nunca me ocorreu.

08. É curioso como na época em que eu dormia umas doze horas por dia, os dias ainda conseguiam ser mais longos do que são hoje. A rotina faz você levar o dia no modo automático, num estado muito parecido com o do sonambulismo. Hoje, apesar de quase nunca dormir, mais raro ainda é estar acordado de fato.

09. Quando dormir vira um privilégio, está na hora de você rever o seu estilo de vida. Ou, hipótese mais acessível, na hora de rever o seu colchão. (O meu, espero rever em breve. Vou dar um abraço nele e só soltar de manhã cedo.)

10. Quem quiser agitar as coisas com um pesadelozinho, sugiro NICTIN 20mg antes de dormir. Na bula desse adesivo de nicotina tem um item que desperta especial atenção: “este produto pode causar sonhos perturbadores”. De fato, acordei algumas noites apavorado com ele. Seria bastante útil se inventassem adesivos com a química certa para gerar sonhos bons. Você escolheria o gênero: aventurescos, cômicos, românticos, sensuais etc. O de horror já existe, mas só para fumantes.

11. Homens sentem sono depois do sexo, enquanto as mulheres ficam mais dispostas. A natureza é tão esperta que encosta o homem como um eletrônico em stand-by após o uso. Já a mulher ganha energia extra para preparar o desjejum do marido que dorme. Ou, não raro, para virar o desjejum do vizinho.

Essa conversa toda já desviou por demais o assunto, e o melhor a fazer é ir embora levando consigo as melhores impressões – a exemplo do sujeito na onírica imagem de Yanagi, uma fotógrafa do Japão. Que o assunto lhes tenha pesado nos olhos e rendido bons bocejos. Bons sonhos. E durmam cedo.

Abraço fraterno,
Márcio N.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento sobre sono (e derivações) no Querido Bunker,.

Meta

%d blogueiros gostam disto: