Spore _bancando senhor do universo

fevereiro 10, 2009 § Deixe um comentário

Comercial de um joguinho chamado Spore. Pelo que entendi, você começa como um microorganismo que segue evoluindo aos poucos, de uma monera até uma espécie avançada que vai colonizar outros planetas.

Achei curioso poder escolher quais truques evolutivos o seu personagem vai ter. Por exemplo, tentáculos, ventosas, asas, garras, dedos, carisma, um olhar sedutor etc. É como brincar de Deus. Os personagens passam a tomar atitudes instintivas respondendo a impulsos definidos por você, a força oculta por trás das coisas: o que comer, o que fazer, se vai ser bom ou mau, decisões de livre-arbítrio que não chegam realmente a existir. Quando o seu personagem se transforma em algo maior e vira uma civilização você perde o controle do indivíduo e cada um toma suas próprias decisões, mas a programação – ou algo parecido – possui os códigos definidos por você. Num futuro distante, depois de algumas madrugadas em claro, você descobre que tudo caminha para a grande questão fundamental: qual o segredo da vida, do universo etc – informação guardada num quase-bunker alojado no centro do espaço e protegida pelos detentores da verdade. Você pode vencê-los. Nessa parte, recebe instruções para chegar ao terceiro planeta do sistema solar, onde vai preparar o terreno para o surgimento de uma nova civilização que, quem sabe, pode um dia resolver as coisas. Achei a premissa parecida com a de Douglas Adams no Guia do Mochileiro, e talvez tenha sido inspirada nele, mesmo. E, pra aumentar a cota de referências aqui nesse artigo, atraindo via-google milhares de pessoas de faro ou somente fodidamente desorientadas, parece que Brian Eno está envolvido no jogo. Antes de instalar Spore, vou tentar no site o download de um programinha gratuito em que você pode construir uma espécie ao seu modo. Eu vou desenvolver uma chamada Grrrrroaah – será um animal mítico com cabeça de cágado e corpo de cágado (mas não do mesmo cágado), e muito, muito parecido com um cágado – exceto talvez por não ter um nome tão embaraçoso.

Abraço fraterno,
Márcio N.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Spore _bancando senhor do universo no Querido Bunker,.

Meta

%d blogueiros gostam disto: